quarta-feira, 20 de junho de 2018

POESIA #2: Projeto um poema por dia

2013

passadas três semanas
ou algo do tipo
tive sete crises existenciais
talvez mais
dói em mim
dói em mim porque dói mais que fundo
me perfura
porém não há tristeza
há solidão
e mesmo tal sendo apreciada por muitos
estou cansada de vê-la
cansada de apertar sua mão todo santo dia que acordo
e o céu que me sorriu
tão colorido
não combina com minha alma cinzenta
meus poemas não rimam e os sonetos
se extinguiram
os vômitos melancólicos que caem sob o papel hoje
raramente são terminados
não me dou o privilégio de chorar
pois não consigo
esse vácuo presente em minha vida podia
simplesmente ser preenchido com todos os
pensamentos e dúvidas que
tenho em mente
com cada verso escrito pelos promíscuos
ou então em cada tentativa falha de terminar o que
comecei
mas parece que não é o suficiente
nunca é
são pequenas as coisas que me encantam hoje em dia
crianças brincando ao som do canto
tão apreciado
dos pássaros
dos dias chuvosos e escuros
que me são tão
acolhedores
dos roxos na pele seca
na barba grande e
emaranhada
nos olhos
tão belos e
diversos tão
misteriosos
porém vendo de longe
conclui-se que nessas
pequenas coisas
tento achar a resposta pro meu
câncer não literal
eu chamo-o de câncer da alma
insônia infinita
à seu gosto
enquanto as pessoas afundam a própria
vida na
tristeza
na bebida
no cigarro
e até nos três em sequência
eu me afundo em
mim


Jun 20
Por Morgana/Geovana

Nenhum comentário:

Postar um comentário